8 dicas para aumentar a imunidade em tempos de coronavírus

Em uma época de pandemia como a que estamos enfrentando, a mesma coisa vem à cabeça de todo mundo: como fortalecer a minha imunidade?

Veja o que os especialistas recomendam:

 

1- Pare de fumar!

O tabagismo enfraquece o sistema imune e deixa os pulmões vulneráveis a infecções.

 

2- Evite tomar medicamentos sem prescrição médica

Algumas medicações alteram a forma como reagimos à agressões externas, tornando o organismo mais frágil. Um exemplo disso são os corticosteroides.

 

3- Tenha uma alimentação saudável

Invista em alimentos naturais, frescos e variados. Coma verduras, legumes e frutas, ricos em vitaminas e minerais essenciais para a saúde e a imunidade.

Evite alimentos processados, bebidas adoçadas e não exagere no álcool.

 

4- Durma bem!

Um sono de qualidade é essencial para regenerar os tecidos, eliminar as toxinas e resíduos acumulados durante o dia e regular o sistema imune. Não fique na tela até a hora de dormir, tenha horários regulares e invista em rituais de relaxamento antes de ir para a cama, como um banho quentinho, um bom livro ou uma música calma.

 

5- Exercite-se

Não é porque temos que permanecer isolados em casa que vamos ficar parados. Mexa-se! Descubra programas de exercícios online e se mantenha ativo durante a quarentena. Seu corpo e sua mente irão funcionar melhor!

 

6- Administre o estresse

É fácil se deixar sobrecarregar com as infinitas notícias, vídeos e posts sobre a pandemia e suas repercussões. Evite ficar horas nas redes sociais, obcecado com a progressão do coronavírus. Concentre-se no trabalho (se está fazendo home office), leia um livro, veja um filme ou encontre um hobby.

 

7- NÃO tome suplementos vitamínicos, exceto se você tem uma deficiência específica

Nenhuma vitamina ou mineral vai impedir que você fique doente. Apesar das afirmações veementes que aparecem na mídia, nenhum estudo até o momento comprovou o efeito protetor de suplementos. Tomar altas doses de vitaminas pode, inclusive, ter sérios efeitos colaterais!

 

8- Mantenha as vacinas em dia, especialmente a da gripe

Estamos nos aproximando dos meses em que gripes e resfriados são mais comuns. Além de dificultar o diagnóstico diferencial com a COVID-19, imagine pegar os dois vírus, influenza e corona, ao mesmo tempo? Vacine-se!

 

Por fim…

Nossas últimas recomendações você já sabe: lave as mãos com frequência, evite contato com doentes e fique em casa. 

Proteja-se!