Doenças respiratórias: saiba como identificar, prevenir e tratar as doenças de inverno

No inverno é preciso aumentar os cuidados com a saúde pois é comum surgirem as doenças respiratórias, típicas desta estação. Ou seja, as doenças mais comuns nesse período são o resfriado, gripe, pneumonia, bronquite, asma, rinite e sinusite.

Mas, você sabe a diferença entre elas? Então, confira algumas dicas e sintomas que irão te ajudar a identificá-las. Entretanto, embora as dicas ajudem, lembre-se que somente o médico pode fazer um diagnóstico correto.

 

Resfriado:

  • Coriza
  • Congestão nasal
  • Febre baixa
  • Espirros
  • Dor de garganta
  • Dor muscular Leve

Os sintomas do resfriado duram em média uma semana.

Gripe:

  • Coriza
  • Congestão nasal
  • Febre alta
  • Espirros
  • Dor de garganta
  • Dor muscular leve
  • Mal estar
  • Tosse seca

Os sintomas da gripe têm duração de duas ou mais semanas.

Pneumonia:

  • Febre
  • Calafrios
  • Dor no tórax
  • Falta de ar
  • Tosse
  • Mal estar generalizado

Bronquite:

  • Tosse seca com chiado seguida de tosse com catarro

Asma:

  • Tosse seca
  • Chiado no Peito
  • Desconforto torácico
  • Sensação de falta de ar
  • Ansiedade

Rinite:

  • Espirros
  • Coriza
  • Coceira e entupimento do nariz

Sinusite:

  • Dor de cabeça
  • Pálpebras inchadas
  • Nariz entupido
  • Secreção nasal
  • Dor nos olhos

Transmissão e causas

A queda da temperatura e da umidade favorecem a transmissão das doenças respiratórias. Mas as causas destas doenças variam muito. Elas podem ser transmitidas através do contato com as secreções da pessoa infectada ao tossir ou espirrar ou falar. Ou ainda podem ser ocasionadas pela alergia ao mofo, poeira, pólen, pelos ou penas de animais.

Como prevenir as doenças respiratórias

Podemos evitar as doenças respiratórias com a adoção de hábitos saudáveis, tais como:

  • Alimentação balanceada
  • Hidratação constante
  • Prática regular de atividade física
  • Boa qualidade de sono
  • Manter sempre as mãos higienizadas
  • Manter os ambientes limpos e arejados
  • Evitar lugares com aglomerações
  • Proteger a boca e o nariz ao espirrar ou tossir
  • Vacinar contra a gripe

Portanto, com cuidados simples você pode prevenir e ficar longe das doenças de inverno. Então, cuide-se!

Como tratar

Ao persistirem os sintomas, o ideal é não se automedicar e procurar um médico para diagnóstico e tratamento correto. Além disso, para uma boa recuperação é fundamental beber muito líquido, ter uma alimentação saudável e fazer repouso.

Se você tem o plano de saúde da Promed:

Você não tem o plano da Promed?

Você não tem um plano nosso, mas gostaria de contar com a tranquilidade de ter um plano de saúde da Promed?

Conheça nossos Planos

Compare e escolha o plano que melhor atende sua necessidade, seja pra você e sua família ou sua empresa.

Texto: Thatiane Pereira Vicente Ferraz – COREN 318.956 (Centro de Atenção à Saúde Promed)
Fonte: Ministério da Saúde; Associação brasileira de alergia e imunologia; Associação brasileira de otorrinolaringologia e cirurgia cérvico-facial.